Governo Regional impõe taxa de circulação em vez de portagens

A notícia está a ser avançada pelo Diário Económico.

É conhecida a situação económica da Madeira e a taxa de circulação pode ser uma maneira do Presidente do Governo, Alberto João conseguir amealhar mais uma alternativa para fazer face à dívida de 6,3 mil milhões.

A possível taxa substituirá a existência das já referidas portagens pois a sua introdução teria de resultar de um avultado investimento que de momento a Região não possui e pelo facto de as vias rápidas não terem espaço para essas infraestruturas.

Ainda Segundo o Diário Económico, que tem como base uma fonte próxima deste processo, a medida pode traduzir-se num agravamento do Imposto Único de Circulação ou do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest