Nova sede da Liga dos Combatentes inaugurada em Março

 A sede da delegação regional da Liga dos Combatentes deverá transferir-se para o antigo Paiol do Funchal a 8 de Março.

O representante da República para a Madeira, Ireneu Barreto, recebeu esta tarde, no Palácio de São Lourenço, o presidente da delegação regional da Liga dos Combatentes, Tenente-coronel Bernardino Laureano. Tratou-se de uma audiência de apresentação de cumprimentos de Boas Festas, tendo em conta a quadra natalícia que atravessamos.

No final do encontro, Bernardino Laureano transmitiu aos jornalistas que a falta de apoios é um dos principais problemas da Liga dos Combatentes, referindo que neste momento alguns dos associados têm as suas cotas em atraso.

“A Liga vive das cotas dos seus sócios. Mas neste momento alguns dos nossos sócios, em virtude de dificuldades financeiras, não podem pagar a sua cota, mesmo sendo apenas de  18 euros anuais”, apontou o presidente da Liga, acrescentando que existem cerca de 730 sócios, dos quais 600 é que têm as cotas em dia.

Desta forma, o Tenente-coronel referiu, por exemplo, que a Liga tem tido dificuldades em pagar a renda da atual sede, sita na Rua do Ribeirinho de Baixo. A referida renda é de cerca de 6 mil euros anuais.

“O nosso maior presente neste Natal era transferir a nossa sede para o antigo Paiol do Funchal já no início do próximo ano, nomeadamente no dia 8 de Março, altura em que a Liga dos Combatentes assinala 77 anos”, apontou Bernardino Laureano.

No entanto, o antigo Paiol ainda necessita de várias obras e da construção de um melhor acesso rodoviário ao mesmo. “O acesso ao Paiol faz-se por ruas ingremes com um só sentido, sendo que muitos dos combatentes mais idosos não conseguem lá chegar”, concluiu o presidente da delegação regional da Liga dos Combatentes.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest