‘Morte Social’ preocupa comunistas

Edgar Silva alerta que os problemas causados pela ‘morte social’ “vão se intensificar”.

A CDU entregou esta manhã, na Assembleia Legislativa da Madeira, uma proposta de decreto legislativo regional que visa a criação de um programa emergencial de auxílio aos concelhos e freguesias em situação de risco de ‘morte social’.

Segundo explicou Edgar Silva, o referido documento propõe a tomada de medidas de combate ao problema da ‘morte social, que afeta cada vez mais zonas da Região.

Existem várias localidades, concelhos e freguesias que estão num estado anterior ao da ‘morte social’. São territórios muito envelhecidos, socialmente desqualificados e economicamente muito deprimidos”, caracterizou o deputado comunista.

Os problemas causados pela ‘morte social’, no entender de Edgar Silva, “vão se intensificar” face às situações de pobreza e ao atual estado grave da economia regional, ao se junta “a crescente desertificação humana” dos lugares em causa.

O deputado da CDU deu como exemplo a freguesia da Madalena do Mar, apontando que os últimos censos mostram que a localidade perdeu, entre 2001 e 2011, mais de 20% da sua população.

Estas situações de ‘morte social tendem a agravar-se nos próximos tempos, pois as suas populações são caracterizadas por um elevado número de pensionistas, superior ao número de pessoas que trabalham. São pessoas que vivem com um baixo valor médio de pensões de velhice invalidez e sobrevivência”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter]

Pin It on Pinterest