JP defende novas políticas

A JP apela ao Governo Regional para mudar de política relativamente à juventude.

A Juventude Popular (JP) denunciou, esta tarde, que os atrasos nos pagamentos das bolsas de estudo, por parte do Governo Regional, estão a deixar “em situação muito difícil” alguns alunos da Região que frequentam o ensino superior.
Em conferência de imprensa junto à Secretaria Regional de Educação, o líder da JP também falou dos atrasos nos pagamentos aos jovens que realizam estágio profissional promovido pelo Instituto de Emprego. O crescente desemprego dos jovens foi outro dos temas abordados.
Desta forma, Lídio Aguiar apela ao Governo Regional para que “reflita, mude de atitude e mude a sua política” em relação à juventude.
O presidente da JP aproveitou ainda para anunciar algumas das propostas da estrutura juvenil do CDS/PP. Uma das propostas é que a “universidade deveria ter uma rápida e uma real articulação com o mercado empresarial, espreitando e apoiando ao mesmo tempo os possíveis sucessos  de nichos de mercado emergentes”.
Paralelamente, Lídio Aguiar entende que o Governo Regional “deve apostar forte” para revitalizar todos os sectores da economia primária, designadamente: pescas, agricultura e artesanato.
“Se somos bons lá fora, temos de ser melhores e ainda  mais exigentes cá dentro. E com isto termos irreverência, atitude e dedicação”, concluiu o líder da JP.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest