Deputados discutem ‘défice democrático’

A questão foi trazida pelo deputado da CDU Edgar Silva.

O parlamento madeirense discute o primeiro ponto da ordem do dia, designadamente a apreciação e votação na generalidade do projeto de decreto legislativo, da autoria do Partido Comunista Português, intitulado “Sobre o Estado da Democracia na RAM”.

Com efeito, a maioria da oposição acusa que há um défice de democracia na Região. O deputado do PS, Maximiano Martins, chegou mesmo a dizer que nunca nenhum estado democrático teve o mesmo governo durante 30 anos no poder, referindo que tal situação só acontece nos regimes ditatoriais.

O deputado do PTP, José Manuel Coelho, veio “com a velha história” de que o Governo Regional nunca aparece no parlamento.

Já o social-democrata Jaime Ramos, em defesa do seu partido e do governo, afirmou que o povo é que tem escolhido a mesma governação ao longo das sucessivas eleições.

O deputado do PSD denunciou, ainda, que na Madeira não existe uma oposição forte.

A maioria social-democrata já disse que vai chumbar a proposta comunista.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest