Golfe e vinho Madeira ‘de mãos dadas’

Um grupo de produtores de vinho da Madeira foi ‘convidado’ a participar no Benamor Classic Golf.

João Paulo Sousa, diretor geral do Benamor Golf, reuniu-se esta manhã, no Centro de Ciência Viva do Porto Moniz, com cerca de 9 produtores de vinho da Madeira. O encontro teve como objetivo promover o Benamor Classic Golf e, por sua vez, ‘convidar’ os produtores de vinho madeirenses a juntarem-se ao evento, que decorre em Tavira, no Algarve.

“Temos um evento que iniciamos em 2010, a que chamamos Benamor Classic Golf, cujo objetivo é juntar aqueles que são os produtos prestigio do nosso país: o golfe, a gastronomia e os vinhos. Temos contado com vinhos  do Algarve, Alentejo e do Douro. Como a Madeira também é uma zona de produção de vinhos de grande qualidade, que não são muito conhecidos no continente, queremos também integrar no evento os vinhos madeirenses”, explicou João Paulo Sousa.

Desta forma, o director geral do Benamor Golf apresentou aos produtores as mais-valias da participação no evento, entre as quais se destacam a promoção dos vinhos da Madeira.

“O evento está programado para o dia 24 de Novembro, altura em que o vinho Madeira será o rei da mesa. Penso que o Benamor Classic Golf ficará a ganhar com a participação dos produtores madeirenses e, por sua vez, o Algarve ficaria um bocadinho mais rico ao conhecer os vinhos da Madeira, que não são tão conhecidos com gostaríamos que fossem”, apontou João Paulo Sousa.

Um dos produtores de vinho que participou no evento desta manhã foi Duarte Caldeira, o qual referiu que vai analisar a proposta do Benamor Golf.

“Numa primeira análise, o evento tem interesse só para as empresas que exportam vinhos, porque 95% dos clientes do Benamor Golf são estrangeiros. Uma vez que os nossos vinhos não estão divulgados no continente, porque a concorrência lá é feroz, para nós é uma coisa que poderá ter pouco interesse”, frisou Duarte Caldeira.

O produtor de vinhos do Seixal considera, também, que “esta ideia teria muito mais interesse” – pelo menos para a sua empresa – se fosse realizada na Região. “Talvez algum campo de golfe aqui na Madeira pudesse aproveitar a ideia e fazer um evento do género. Isto teria muito mais interesse, pois poderíamos promover mais os nosso vinhos junto daqueles que nos visitam”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest