Promoção deve ser reforçada nos momentos de crise

O produtor de vinhos, Duarte Caldeira, considera que há falta de promoção turística da Madeira no estrangeiro.

“A promoção turística da Madeira no estrangeiro deveria de ser mais acentuada quando temos menos turismo. Porém, na Região faz-se precisamente ao contrário, há menos turismo fazemos menos promoção”, criticou Duarte Caldeira.

O produtor de vinhos defende, ainda, que é nos momentos de crise que a promoção deve ser mais forte. “Oxalá que as entidades ligadas ao turismo percebam que quando há uma crise  é quando temos de promover mais”, observou.

No que toca aos negócios, o produtor do conhecido vinho de mesa “Terras do Avô” destacou que 2011 foi “um ano muito bom” para a sua empresa.

“De 2010 para 2011, tivemos um aumento nas vendas na ordem dos 54% . Se este ano mantivermos os números do ano passado consideramos ótimo. Para já o mês de Janeiro está a ser idêntico ao mês homólogo do ano transato. Isto significa se continuarmos neste ritmo vamos manter esse número, o que é muito positivo tendo em conta a crise que atravessamos”, concluiu Duarte Caldeira.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest