Crise não afetará prestação dos cuidados de saúde

Ricardo Silva está convicto que o Governo Regional tudo fará para assegurar a qualidade dos cuidados de saúde.

O presidente da direção regional da Ordem dos Enfermeiros, Ricardo Silva, defendeu hoje “um bom relacionamento e uma cooperação institucional” com o Governo Regional, tendo em vista encontrar as melhores soluções para a qualidade dos cuidados de enfermagem na Região.

Aquele responsável falava esta tarde na Quinta Vigia, após uma audiência de apresentação de cumprimentos ao presidente do Governo Regional.

A dispensa de enfermeiros do SESARAM foi um dos assuntos abordados na reunião com Alberto João Jardim, no entanto Ricardo Silva não quis expor o teor da conversa. “Falamos sobre isto, mas não posso abrir o jogo em relação às posições de cada um”, sublinhou.

Porém, o presidente da direção regional da Ordem dos Enfermeiros mostrou-se convicto que o Governo Regional tudo fará para que a situação económica do país e da Região “tenha o mínimo de influência possível” na qualidade dos cuidados de saúde.

Há uma vontade expressa do governo em que a saúde é uma prioridade e nós acreditamos que vamos encontrar as melhores soluções, no sentido de conseguir que os nosso utentes não fiquem prejudicados e que a qualidade dos serviços de enfermagem se mantenha”, afirmou Ricardo Vieira.

Essa qualidade terá que ser forçosamente mantida. Para isso, exige-se que se trabalhe cada vez mais e melhor, exige-se também que se combata eventuais desperdícios. Há uma garantia, por parte do governo, que os enfermeiros vão ter as condições para desempenharem as suas funções”, acrescentou o presidente da direção regional da Ordem dos Enfermeiros.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest