Menos pão na mesa

Apesar do pão ser um alimento de primeira necessidade, o seu consumo tem diminuído.

Na origem desta situação está a tão propalada crise económica, a qual tem feito com que os madeirenses racionalizem o consumo daquele alimento.

Esta situação já vem se verificando desde o ano anterior, estando diretamente relacionada com a atual conjuntura económica. Por isso, perspetivamos que em 2012 o decréscimo do consumo do pão seja ainda maior”, apontou o presidente da Associação da Indústria de Panificação da Madeira (AIPM).

Jorge Pereira referiu, ainda, que o aumento do IVA fará com que o pão tenha um novo aumento de preço. “Todos os produtos sujeitos a IVA sofrem uma alteração nos preços quando a respetiva taxa muda”, frisou.

Por outro lado, “as padarias quase que são obrigadas a aumentar o preço do pão, uma vez que toda a matéria prima também tem sofrido aumentos”, acrescentou o responsável pela AIPM.

A diminuição do consumo do pão tem feito com que muitas padarias fechem. “Muitas padarias já fecharam na Madeira e outras estão em situação de insolvência. Temo que muitos mais estabelecimentos venham a encerrar este ano devido à crise que teima em perdurar”, transmitiu Jorge Pereira.

Aquele responsável considera que o “único plano” para contornar esta situação seria aumentar o poder de compra dos consumidores, algo que neste momento se revela difícil devido aos cortes salariais e ao aumento do desemprego.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest