Mais de 800 mil portugueses sofrem de doença renal

Dia Mundial do Rim assinala-se no dia 8 de Março. Rastreio preventivo assume extrema importância.

A Sociedade Portuguesa de Nefrologia e a Associação Portuguesa de Insuficientes Renais assinalam, este ano, o Dia Mundial do Rim com um conjunto de iniciativas de sensibilização, pelo país, que pretendem informar os portugueses sobre as doenças renais, a importância do rastreio preventivo e do diagnóstico precoce.

Fernando Nolasco, Presidente da Sociedade Portuguesa de Nefrologia reforça que “estima-se que entre 500 e 800 mil pessoas em Portugal tenham algum grau de compromisso da função renal, não estando, a maior parte delas, identificada”, e acrescenta “quanto mais tarde estas situações forem tratadas, mais problemas iremos ter em evitar que progridam. À medida que os anos vão passando, a doença vai evoluindo e as lesões podem tornar-se irreversíveis”.

Em Portugal, estima-se que cerca de 800 mil pessoas deverão sofrer de doença renal crónica, considerando qualquer uma das suas cinco fases ou estádios de evolução. A progressão da doença é muitas vezes silenciosa, isto é, sem grandes sintomas, o que leva o doente a recorrer ao médico tardiamente, já sem possibilidade de qualquer recuperação.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fbshare type=”button”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

Pin It on Pinterest