FPA lamenta morte de António Leitão

O antigo atleta olímpico do Benfica, António Leitão, faleceu hoje aos 51 anos, vítima de doença prolongada.

 

A Federação Portuguesa de Atletismo faz saber através de um comunicado de imprensa que “é com muita tristeza” que tomou conhecimento do falecimento de António Leitão, antigo atleta olímpico do Benfica, “um dos seus mais ilustres representantes, após uma luta tenaz, mas que não conseguiu vencer, com uma doença rara que o afetava há anos”.

António Leitão partiu assim aos 51 anos de idade, mas foi segundo a mesma nota um “atleta de exceção, medalhado de Bronze nos 5000 metros dos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984, e que por várias vezes inscreveu o seu nome na lista de recordes nacionais, alguns que se mantêm até aos dias de hoje, como o de 5000 metros de Sub 23 obtido em Rieti, na altura também recorde de Portuga”.

No currículo de António Leitão, encontrasse uma medalha de Bronze nos 1500 metros dos Campeonatos da Europa de Juniores, em Bydgoszcz (Polónia), em 1979, e o Bronze coletivo conquistado no Campeonato do Mundo de Corta-Mato, em 1984. “Mas, talvez ainda mais que as suas excecionais capacidades como atleta, algo que todos aqueles que tiveram o privilégio de com ele contactar, e de tantas vezes se tornar seu amigo, puderam testemunhar e usufruir, foram as suas características humanas. O António Leitão foi um ser humano muito especial. Um homem bom, extremamente humilde, e também por isso um grande campeão. No desporto e na vida”, salienta o comunicado.

 [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest