Luta contra o desemprego no centro do debate político

Socialistas criticam medidas do GR. Modelo de desenvolvimento económico gera desemprego.

Os socialistas estão muito preocupados com o aumento do desemprego na Região Autónoma da Madeira. Uma preocupação à qual acresce o facto do Governo Regional, através da Secretaria Regional de Educação e Recursos Humanos, não apresentar propostas concretas para atenuar este flagelo social.

“O modelo económico criado pelo Governo é um modelo que gera desemprego de forma galopante”. Em três anos duplicou o número de desempregados. Atualmente contam-se mais de 21 mil indivíduos desempregados, isto “sem contar com aqueles madeirenses que já emigraram”, apontou o deputado Carlos Pereira.

O líder do grupo parlamentar do PS/M considerou, tendo em conta estes dados, que o problema do desemprego tem de estar no centro do debate político, mas que olhando para as medidas apresentadas pelo Executivo isso não acontece.

“Este orçamento regional é um contrato a favor da criação do desemprego”, sobretudo do desemprego jovem, uma vez que aumenta os impostos e reduz significativamente o poder de compra das famílias.

Na conferência de imprensa, realizada hoje pela manhã, as críticas foram também direcionadas ao maior partido da oposição, o CDS/PP, que tem sido conivente com as políticas desastrosas do Governo Regional.

“O PS-Madeira vai fazer um esforço suplementar para colocar esta agenda da criação de emprego no debate político, porque já percebemos que a direita, quer seja o PSD, quer seja o CDS, não está minimamente interessada nesta matéria”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest