Brasil é “alvo” promocional do Vinho Madeira

Mercado com forte crescimento.

O Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira (VBAM) em conjunto com 3 empresas produtoras de Vinho Madeira, foca as suas atenções no mercado brasileiro.

Até amanhã, o Vinho Madeira estará presente, uma vez mais, na feira Expovinis, que tem lugar no Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte em São Paulo, no Brasil. O stand da Madeira, com 18m2, estará inserido no stand global da Viniportugal.

Trata-se da 16ª edição desta feira, considerada o maior evento do segmento na América Latina e uma referência no mercado mundial. A Expovinis, dirigida a profissionais e consumidor final, é um inegável catalisador do sector vínico, fomentando e acelerando o contato entre produtores e players do mercado brasileiro e demais mercados mundiais.

O dia 30 de Abril será dedicado a Provas de Vinho Madeira na cidade do Rio de Janeiro.

À semelhança de anteriores ações, a iniciativa dirige-se a líderes de opinião, jornalistas, sommeliers e demais profissionais da hotelaria e restauração locais, sendo composta por dois momentos distintos, um masterclass, das 15h00 às 16h30, conduzido pelos prestigiados críticos de vinho, Alexandre Lalas e Rui Falcão e uma prova de vinhos livre, das 16h30 às 19h30. As expetativas para estas provas são muito otimistas prevendo-se a presença de cerca de 100 participantes.

Uma comitiva regional estará presente em todos os eventos, constituída pelos representantes do IVBAM e das três empresas que participarão nestas ações, a saber: «Madeira Wine Company, SA», «Henriques & Henriques, Vinhos, SA» e «Justino’s Madeira Wines, SA.

O mercado brasileiro é atualmente um mercado em forte expansão para os vinhos portugueses no geral, sendo que o sector do Vinho Madeira tem estado nos últimos anos seriamente empenhado em incrementar o seu volume de comercialização neste destino, que já foi, entre os séculos XVI e XVIII, um dos principais mercados de exportação do Vinho Madeira.

A participação neste evento é cofinanciada em cerca de 85% por fundos comunitários, veiculados pelo Programa Intervir +, sendo o restante montante suportado pelo orçamento regional.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

Pin It on Pinterest