Madeira regista acréscimo de 5,6% nas dormidas

As dormidas na hotelaria atingiram 4,2 milhões em outubro de 2014. A Madeira registou um acréscimo de 5,6%.

hotelSegundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísitca, em outubro de 2014, a hotelaria registou 1,5 milhões de hóspedes e 4,2 milhões de dormidas, valores que representam acréscimos de 14,0% e 13,9%, respetivamente.

Estes resultados superaram os do mês anterior (+10,6% e +9,9%) e também os do período de janeiro a outubro (+11,9% e +10,8%). Os apartamentos turísticos apresentaram aumentos relevantes das dormidas (+18,7%), tal como os hotéis (+16,3%), nomeadamente os de cinco estrelas (+18,0%). As dormidas em hotéis atingiram 66,4% do total.

É de referir que o crescimento significativo das dormidas terá sido positivamente influenciado pela realização de um conjunto de eventos internacionais relacionados com desportos náuticos, bem como por condições meteorológicas particularmente favoráveis ao lazer. Os dez principais mercados emissores registaram evoluções positivas, destacando-se Itália (+31,6%), Bélgica (+30,4%) e França (+23,0%). A estada média foi 2,85 noites (similar à de outubro de 2013) e a taxa de ocupação-cama 45,0% (+3,4 p.p.).

Os proveitos totais aumentaram 15,2% e os de aposento 16,3%, um pouco mais que em setembro (+13,3% e +14,1%). Verificou-se um acréscimo de 11,6% no RevPAR (+9,5% em setembro), o qual correspondeu a 32,6 euros. Os valores mais elevados do RevPAR ocorreram em Lisboa (58,5 €) e Madeira (36,8 €), tendo Lisboa registado o maior aumento (+16,6%). Seguiram-se o Centro e Norte (+12,9% e +12,6%).

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest