Turquia prende director do jornal mais antigo

Murat Sabuncu, diretor do jornal “Cumhuriyet”, foi detido esta segunda-feira pela polícia turca. Em causa estão alegadas ligações ao clérigo exilado nos Estados Unidos que o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan acusa de estar por trás do golpe de Estado falhado, em meados de Julho.

Sabuncu é o último de uma série de jornalistas da oposição a Erdogan a ser detido e investigado pelas autoridades turcas. Entre sábado e domingo, a polícia levou a cabo buscas nas casas de vários jornalistas do “Cumhuriyet”, acusados de ligações a Fethullah Gulen e a militantes do ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

O “Cumhuriyet” é o jornal secular mais antigo da Turquia e um dos últimos que restava na barricada de críticos do actual Governo. O antecessor de Sabuncu à frente do jornal, Can Dundar, tinha apresentado a sua demissão em Agosto. após ter sido condenado a cinco anos de prisão por ter revelado segredos de Estado relativos às operações das forças turcas na Síria. Depois de ter sido libertado sob fiança, enquanto aguardava a conclusão do processo de recurso à sentença Dundar terá fugido do país.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger