Projeto “selo saudável” promove alimentação saudável e económica

Lançado pela Câmara Municipal de Lisboa, com o apoio da Direção Geral de Saúde, o projeto “pretende incentivar, através de uma distinção pública, as entidades sem fins lucrativos (IPSS ) com intervenção na Cidade de Lisboa que implementem um conjunto de normas, garantindo o cumprimento de requisitos para uma alimentação mais saudável”.

O projeto, “algo ambicioso”, afirmou Susana Ramos, dos Direitos Sociais da autarquia, insere-se na “promoção de boas práticas ao nível da oferta alimentar, higiene, saúde e segurança, no âmbito da intervenção em saúde e gestão da oferta alimentar”.

Pretende-se que todas as IPSS, Associações, Cooperativas, com atividade em Lisboa, que tenham confeção própria de refeições possam aderir ao projeto, sendo os principais beneficiários o órgão de gestão do equipamento, os manipuladores das refeições e toda a comunidade que utilize o refeitório.

Sofia Sousa, da Direção Geral de Saúde, considerou “fundamental” o papel das autarquias na saúde dos cidadãos. O “compromisso da cidade é fundamental” para mudar hábitos alimentares, salientou a responsável da DGS, que manifestou disponibilidade para apoiar tecnicamente a fase de implementação do projeto.

O período de candidatura, terá lugar de 16 de novembro a 16 de dezembro, através de preenchimento de formulário eletrónico, a disponibilizar oportunamente no site da Câmara Municipal de Lisboa.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger