Zygmunt Bauman faleceu aos 91 anos

O sociólogo e filósofo polonês Zygmunt Bauman – que denunciou com lucidez o individualismo e a desigualdade até ao último dia da sua vida – morreu na passada segunda-feira, dia 9, aos 91 anos de idade, na cidade inglesa de Leeds.

Criador do conceito de “modernidade líquida”, foi um dos principais intelectuais do século XX. Permaneceu sempre ativo e trabalhando até ao fim.

Pin It on Pinterest