Mercado da construção continua em queda

Na última década o número de edifícios licenciados anualmente reduziu-se em cerca de 35,5 mil edifícios.

obrasSegundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), no ano de 2014 foram licenciados 15,4 mil edifícios e concluídos 14,5 mil edifícios, o que corresponde a decréscimos de 5,0% e de 37,2%, respetivamente, face a 2013 (-22,7% e -11,0%, respetivamente, em 2013).

Assim na última década o número de edifícios licenciados anualmente reduziu-se em cerca de 35,5 mil edifícios, correspondendo a uma diminuição de 69,7% (50,9 mil edifícios licenciados em 2005, face a 15,4 mil em 2014).

A redução no licenciamento de edifícios foi mais acentuada na 2ª metade da década (-51,2% face à 1ª metade), o que em termos absolutos se traduziu em menos cerca de 110 mil edifícios licenciados, tendo-se atingido as maiores reduções anuais em 2013 (-22,7%) e em 2009 (-21,0%).

Relativamente aos edifícios concluídos, entre 2005 e 2014 verificou-se uma redução de 71,0%, correspondendo a menos 35,5 mil edifícios (50,0 mil edifícios concluídos em 2005, face a 14,5 mil em 2014).

Os números do INE mostram que no 4º trimestre de 2014 foram licenciados 3,8 mil edifícios em Portugal, correspondendo a uma diminuição de 4,2% em termos homólogos. Do total de edifícios licenciados 58,4% corresponderam a construções novas e, destas, 62,1% destinaram-se a habitação familiar. As regiões de Lisboa (+29,9%) e do Algarve (+4,4%) apresentaram variações homólogas positivas nos edifícios licenciados, para o que contribuiu a variação positiva nos edifícios licenciados para obras de reabilitação.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest