Processo “deve ser gradual e progressivo”

António Costa dez que o processo “deve ser gradual e progressivo”, porque “ainda não chegamos à fase de declínio da pandemia” do covid-19 e é “prematuro tomar uma decisão” sobre o aligeirar das medidas de contingência.
“Deve ser gradual para garantir que o aumento [de contágios] não ultrapassa o limite do que é controlável”, defendeu o Primeiro Ministro em entrevista à Rádio Observador. “Cada vez que retirarmos uma medida o risco de contágio vai aumentar.”
Questionado sobre se estaria em condições para avançar com uma data para o levantamento de restrições, António Costa respondeu que os políticos têm de se impor “uma enorme disciplina aceitando que temos de respeitar aquilo que é a fundamental orientação técnica dos cientistas”.

Pin It on Pinterest