USAM não acredita em Jardim

A USAM não acredita que o GR consiga atenuar medidas de austeridade previstas no OE.

A União de Sindicatos da Madeira (USAM) teme que o Governo Regional não consiga atenuar as medidas de austeridade previstas no Orçamento do Estado. Hoje, em conferência de imprensa, Álvaro Silva, dirigente sindical afirmou que a USAM está preocupada com a possibilidade dos funcionários públicos não receberem o salários do mês de Dezembro nem os 50% do subsídio de Natal.

Nós não estamos a ver onde é que o Governo Regional vai conseguir arranjar dinheiro porque não há nenhum instituição financeira que lhe empreste dinheiro. E se o executivo regional não chega a acordo com o Governo Nacional a população madeirense vai ficar numa situação muito difícil”, declarou.

Álvaro Silva referiu ainda que de hoje até ao dia 27 de Outubro os sindicatos regionais vão realizar vários plenários e reuniões em diversas empresas e alguns trabalhadores, que estão com salários em atraso, vão partir para a luta através de greves. O sindicalista adiantou ainda que no dia 27 de Outubro a USAM vai realizar uma tribuna pública, na Placa Central em frente à Sé do Funchal, a hora da manifestação ainda está por agendar. Sobre a situação dos salários em atraso no hotel Jardim Atlântico o sindicalista não quis adiantar pormenores, disse apenas que haverá desenvolvimentos ao longo do dia.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

 

Pin It on Pinterest