SITAM denuncia empresas com irregularidades

O SITAM denuncia empresas que não respeitam os direitos dos trabalhadores.

A Direção do SITAM (Sindicato dos Trabalhadores de Escritório, Comércio e Serviços da Região Autónoma da Madeira) denunciou, em comunicado enviado às redações, algumas irregularidades no sector do comércio.

Algumas empresas citadas pelos sindicalistas, tais como ‘Irene Martins & Filhos’, ‘Maison du Parfum’ e a ‘Papelaria Condessa’, continuam sem pagar os salários e os subsídios de férias.

“A atividade comercial madeirense, mormente, a do comércio tradicional vem vivendo situações de grande apreensão e algumas delas, lamentavelmente, de culpa explícita dos empregadores que ou não souberam acompanhar a modernização do potencial consumidor ou simplesmente ganharam a vida e agora querem é bom descanso e nada de responsabilidades e os trabalhadores que se amanhem”.

O Sindicato alerta ainda o Instituto de Desenvolvimento Empresarial para que as empresas, que não cumprem com os direitos dos trabalhadores, não possam receber incentivos financeiros. As situações estão a ser acompanhadas e as irregularidades foram já denunciadas à Inspeção Regional do Trabalho.

Pin It on Pinterest