MONTANHA RUSSA

CRISTIANO RONALDO – Depois de ter recebido em Madrid a sua segunda bota de ouro por ter sido o melhor marcador dos diversos campeonatos europeus de futebol da última época desportiva, CR7 voltou a destacar-se, na semana seguinte, ao serviço da seleção nacional de futebol que garantiu mais uma presença numa fase final de uma grande competição internacional. Desta vez, Ronaldo foi verdadeiramente determinante ao serviço da seleção, primeiro, na Bósnia, revelou maturidade, empurrando a equipa para a frente e contendo-se para não responder às inúmeras provocações de que foi alvo, dentro e fora de campo. Depois, no jogo da segunda mão em Lisboa, voltou a demonstrar toda a sua qualidade marcando cedo o primeiro golo do jogo que deu mais tranquilidade à equipa e aos adeptos. CR7 voltaria a marcar mais um golo na goleada portuguesa aos bósnios que nos colocou no Europeu da Polónia e da Ucrânia do próximo ano, mas o jogador madeirense voltaria a destacar-se no fim do jogo, falando aos jornalistas da situação do filho de Carlos Martins e apelando à participação na campanha de recolha de medula óssea que tenta salvar o pequeno Gustavo. Ronaldo é um jogador de classe mundial, respeitado e temido pelos seus adversários, disputa, desde há alguns anos a esta parte, o título de melhor futebolista do mundo, tendo-o vencido em 2008. No entanto, o jogador nascido no Funchal há 26 anos parece ter mais dificuldades para ganhar, no nosso país, o reconhecimento e o estatuto que a sua carreira e a sua performance dos últimos anos já mereciam. Também por essa razão foi muito bom ouvir o Estádio da Luz a entoar em uníssono o nome de Ronaldo, afinal não há muitas nações no mundo que se possam orgulhar de ter um futebolista desta qualidade e com esta projeção internacional.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest