PTP vai fiscalizar Segurança Social

A deputada do PTP, Raquel Coelho, promete fiscalização apertada à Segurança Social.

A deputada do PTP, Raquel Coelho, esteve hoje, junto ao edifício do Centro de Segurança Social da Madeira para denunciar um caso que diz ser “digno de um país de terceiro mundo”.

Trata-se segundo explicou de uma senhora, desempregada de longa duração, que tinha um rendimento mensal de 300 euros, tem duas filhas menores, e neste momento a Segurança Social cortou esse Rendimento Social de Inserção para pouco mais de nove euros.

“Esta senhora é mãe de duas filhas e o seu rendimento era usado para pagar a renda da casa onde habita, o que acontece é que, neste momento, a senhora corre o risco de ser despejada com as suas duas filhas. Ela dirigiu-se aos serviços de Segurança Social para pedir ajuda e a reposta que tiveram para dar a esta família em apuros foi se não tem condições para sustentar a sua família entregue aos seus filhos a uma instituição de caridade”,explicou a deputada do PTP, salientando que a atitude da Segurança Social é de “completa desumanidade”.

Raquel Coelho acusou ainda o Estado de não ter compaixão e de ser um Estado que se diz social e “aconselha e apela às famílias mais desfavorecidas e flageladas a abandonarem os seus próprios filhos”. A deputada do Partido Trabalhista adiantou, na ocasião, que vai abrir, em breve, um gabinete com uma pessoa a tempo inteiro para receber este tipo de casos e denúncias. “E nós próprios vamos usar os nossos poderes de deputados para fiscalizar a Segurança Social”, assegurou.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest