CINM não é uma questão partidária

O CDS/PP Madeira destacou a reabertura das negociações. CINM é fundamental para a economia regional.

O Governo da República decidiu reabrir as negociações com a União Europeia sobre o Centro Internacional de Negócios da Madeira. Hoje, em conferência de imprensa, José Manuel Rodrigues destacou a importância do facto para a recuperação económica e social da Região Autónoma da Madeira.

“O Centro Internacional de Negócios da Madeira é fundamental para o nosso futuro coletivo, pela sua capacidade de gerar emprego, pela capacidade única de diversificar a economia da Madeira e pela possibilidade que dá a esta Região de angariar receitas que de outra forma seriam impensáveis”.

O líder dos populares madeirenses voltou a sublinhar que a Zona Franca não é uma questão partidária, daí que seja importante a participação de todas as forças políticas, bem como o aprofundar das relações entre os governos. Mais do que medidas de contenção, são necessárias propostas para o investimento.

Como tal, para além deste instrumento financeiro, o CDS/PP propôs ainda a criação de uma Agência de Investimento que permita captar recursos dos nossos concidadãos. “É fundamental criar mecanismos para facilitar o investimento externo, desburocratizando o sistema, promovendo, junto das referidas comunidades, as potencialidades da Madeira e do seu tecido económico”.

Rodrigues reiterou que os culpados da crise que a Região passa estão identificados e são o Governo Regional do PSD e o Governo da República do PS pela sua governação desastrada. E, neste momento, compete ao CDS, enquanto maior partido da oposição, “apresentar soluções e caminhos alternativos para a economia da Madeira”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest