Fontanários destruídos pela Câmara de Santa Cruz

Junta de Gaula denuncia destruição de património por parte do departamento de obras da autarquia de Santa Cruz.

A Junta de Freguesia da Freguesia de Gaula denuncia em comunicado que o departamento de obras da autarquia de Santa Cruz, cujo pelouro pertence ao vereador Jorge Baptista, está indevidamente a destruir “património classificado” de Gaula.

De acordo com o comunicado “os serviços da câmara estão inadvertidamente a destruir partes integrantes dos fontanários da freguesia de Gaula, que são imóveis legalmente classificados de Interesse Municipal, sem informação prévia da Junta e sem o acompanhamento técnico dos serviços do património da Direção Regional dos Assuntos Culturais”. O mesmo texto refere que a Junta de Freguesia de Gaula tentou durante toda a tarde contactar o vereador Jorge Baptista, os dois assessores do presidente da câmara no sentido a obter esclarecimentos sobre a matéria. Mas até ao momento não foi possível chegar à fala com esses responsáveis.

O comunicado adianta ainda que Junta de Gaula vai abrir um inquérito de apuramento de responsabilidades por lesão do “património de um bem tutelado pela junta e legalmente protegido”.

“Verifica-se, do ponto de vista técnico, a destruição dos azulejos históricos, que estavam em processo de restauro por técnicos credenciados, e a cimentização de cantarias moles, com métodos de intromissão ineficazes e incorrectos”, alerta o referido texto.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest