“Programa de Agressão” destrói a economia regional

Comunistas exigem alternativas ao Plano de Ajustamento Financeiro.

Hoje, durante uma ação de contacto com a população do concelho de Santa Cruz, o deputado comunista, Edgar Silva, considerou que o Plano de Ajustamento Financeiro vai levar a Região Autónoma da Madeira a uma situação de ruína.

E isto quando existem propostas alternativas, referiu, sublinhando que a Madeira tem verbas, por via da lei, sem que tenhamos de ter um programa de agressão ao povo e à Região. “Poderíamos evitar este aumento tresloucado do custo de vida”.

A CDU dá continuidade, desde modo, à Moção de Censura ao Governo Regional, tentando encontrar o maior número de vozes discordantes com o sistema. O referido documento será apresentado na Assembleia Legislativa da Madeira, com um conjunto de ideias alternativas às medidas de austeridade.

“Há um movimento de contestação que cresce nas ruas e só assim, através desta força social de protesto, o jardinismo será derrotado. O Dr. Alberto João Jardim não tem condições para exercer a governação”, concluiu o comunista.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

Pin It on Pinterest