Trabalhistas saem em defesa dos Carreiros do Monte

PTP exige esclarecimentos da Associação de Classe dos Carreiros do Monte.

O Partido Trabalhista Português (PTP) apresentou na Assembleia Legislativa da Madeira um projeto de resolução, com caráter de urgência, sobre os Carreiros do Monte.

José Manuel Coelho explicou que estes profissionais, cerca de 160, sentem-se prejudicados pela Associação de Classe dos Carreiros do Monte.

«Os carreiros do Monte não concordam com o sistema de eleições que vigora na associação, que é um sistema viciado, onde eles votam sem a presença da maioria dos membros».

Mas isto não é tudo, uma vez que estes trabalhadores passaram de contratos efetivos para recibos verdes. «Isto vai aumentar a precariedade laboral e levar a despedimentos sem justificação».

O deputado trabalhista apontou o dedo, no que concerne a estas ilegalidades, ao presidente e à assessora jurídica da Associação de Classe dos Carreiros do Monte, Norberto Gouveia e Rafaela Fernandes, respectivamente.

Outras das queixas apresentadas pelos carreiros do Monte prende-se com o serviço de fotografia, prestado no final de cada viagem. Isto porque, sendo um negócio muito lucrativo, apenas uma pequena parcela reverte para os profissionais.

“Os associados estão muito preocupados com o futuro”, observou o líder do PTP, lamentando que os interesses privados, dos grandes senhores do regime, se sobreponham ao trabalho sério dos madeirenses.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest