Prémio de jornalismo na área da dor crónica

Candidaturas estão abertas até 30 de Abril.

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor e a Fundação Grünenthal criaram um prémio anual de jornalismo, com o objetivo de incentivar e reconhecer o interesse e qualidade dos trabalhos jornalísticos na área da DOR.

Este prémio destina-se a todos os jornalistas residentes em Portugal cujos trabalhos tenham sido publicados, desde o dia 1 de Outubro de 2011 até 30 de Abril de 2012, em televisão ou imprensa. O valor do prémio é de 3 mil euros.

Para efeitos de avaliação dos trabalhos a concurso serão tidos em conta os critérios de coerência com os objetivos do prémio, criatividade, investigação, relevância e qualidade.

A dor crónica é uma situação de dor persistente que, se não for adequadamente tratada, poderá afetar gravemente a qualidade de vida das pessoas e conduzir à incapacidade para o trabalho. Em Portugal, a dor crónica afeta mais de 30 por cento da população adulta.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fbshare type=”button”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

Pin It on Pinterest