CDS lança petição para acabar com “benesses” dos políticos

CDS lança petição pública para pôr fim às mordomias dos políticos na Região.

O líder do CDS/Madeira, José Manuel Rodrigues, anunciou esta tarde, que o seu partido vai lançar uma petição pública para “pressionar” a Assembleia Legislativa da Madeira a acabar com as “mordomias dos políticos madeirenses”, nomeadamente o fim do subsídio de reintegração dos deputados quando terminam funções e à subvenção vitalícia quando completam 12 anos de mandato.

Depois desta semana a maioria PSD ter chumbado, no parlamento, uma proposta do CDS que sugeria o fim dos subsídios de reintegração e reformas vitalícias dos políticos regionais e a eliminação do direito de acumulação de pensão de aposentação com um ordenado de cargo político, José Manuel Rodrigues diz que o CDS tem de fazer alguma coisa para travar o que considera ser “o reino da imoralidade política na Madeira”. Os centristas dizem que depois dos sociais-democratas terem aprovado, esta semana, o corte do subsídio de insularidade dos funcionários públicos da Madeira e do Porto Santo, não têm moral para pedirem sacrifícios aos madeirenses.

“A partir de agora, que moral tem o PSD e o Governo Regional para pedirem sacrifícios aos cidadãos e famílias, pagando mais impostos e com menos salários, quando são os primeiros a não darem o exemplo, mantendo as suas indevidas e vergonhosas mordomias e regalias?” questionou o líder do PP.

Os centristas não se conformam com o facto de o Governo Regional e o PSD impõe uma pesada austeridade sobre as famílias e empresas e aos mesmo tempo mantêm “as suas benesses vergonhosas”.

 [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest