PSD denuncia “hipocrisia” da oposição

Roberto Silva denuncia hipocrisia do PS e CDS sobre o corte no subsídio de insularidade.

 

O deputado do PSD, Roberto Silva, denunciou esta manhã, em conferência de imprensa, o que considera ser “uma hipocrisia do PS e do CDS”, em questão, a redução do subsídio de insularidade dos funcionários públicos que residem na ilha do Porto Santo.

O antigo presidente da autarquia portossantense, Roberto Silva, acusou os dois partidos de irem para o Porto Santo, mentir à população sobre o corte do subsídio de insularidade que passou de 30% para 15% do salário.

“O PSD foi o único partido que pretendeu manter os 30% mas, perante a oposição de Lisboa, conseguiu que o corte fosse para metade. Não foi o ideal, mas foi um mau menor”, considerou, lembrando que foi o Partido Socialista que assinou o memorando da “troika” que defendia o corte total do subsídio e que o  CDS pertence ao Governo da República, que tinha o mesmo objectivo, acabar com o subsídio na sua totalidade.

De acordo com o deputado social-democrata o PSD foi o único partido que defendeu os interesses dos funcionários públicos do Porto Santo na matéria referenciada.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

 

 

Pin It on Pinterest