‘É o momento de unidade do partido’

Jardim defende que os sociais-democratas têm de estar unidos ‘nesta fase difícil em que se encontra o país’.

O presidente da Comissão Política regional do PSD-Madeira, Alberto João Jardim, confirmou há pouco, em conferência de imprensa, que aceitou ser o mandatário na Madeira da candidatura de Pedro Passos Coelho à liderança do PSD.

“Indiferentemente do direito à diferença que é reconhecido no interior do PSD, temos que dar todos o exemplo de ‘um por todos e todos por um’. É uma altura de unidade partidária e foi por essa razão que eu aceitei ser o mandatário do líder nacional do partido, que até hoje acho que é a única candidatura que aparece a presidente da comissão política nacional”, afirmou Alberto João Jardim.

As eleições  para a presidência  da comissão política nacional decorrem no próximo sábado, sendo que na Madeira deverão votar cerca de 1100 militantes sociais-democratas inscritos a nível nacional.

“Dos cerca de 11 mil militantes inscritos no PSD-Madeira, apenas 5 mil estão inscritos a nível nacional. Destes 5 mil só podem votar aqueles que têm as cotas pagas até ao final do ano passado. Neste momento, só temos 1100 eleitores com as cotas em dia”, apontou  presidente da Comissão Política regional.

Registe-se que as referidas eleições vão decorrer nas sedes das comissões políticas de freguesia, entre as 19 e as 23 horas do dia 3 de Março.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

 

Pin It on Pinterest