André Villas-Boas já não é treinador do Chelsea

O clube inglês justificou o despedimento do treinador português com base na sucessão de maus resultados.

Após a derrota de ontem com o West Bromwich (0-1), o Chelsea ficou em quinto lugar na classificação da Premier League e está em desvantagem no apuramento para os quartos-de-final da Liga dos Campeões (derrota na 1ª mão em Nápoles por 1-3).

Através de um comunicado, o clube londrino agradece o esforço desenvolvido por André Villas-Boas, anunciando que o comando técnico fica entregue ao adjunto Roberto di Matteo, que se irá estrear na próxima terça-feira na liderança do Chelsea em jogo de desempate da Taça de Inglaterra (5ª eliminatória) com o Birmingham.

“O desempenho da equipa não correspondeu ao que se esperava, nem havia sinais de que a melhoria estaria próxima. Ainda estamos envolvidos na Liga dos Campeões e na Taça de Inglaterra, além da luta na Premier League por um dos quatro primeiros lugares. Queremos que a equipa seja o mais competitiva possível em todas as frentes e, por essa razão, a única opção seria mudar nesta fase crucial”, pode ler-se no comunicado emitido pelo clube de Roman Abramovich.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest