CDS lamenta atraso na entrega do OR

Deputados não tiveram tempo para analisar os documentos do Orçamento Regional para 2012.

O grupo parlamentar do CDS/Madeira lamentou, esta tarde, o atraso na entrega do Orçamento Regional (OR) no Parlamento. Os democratas-cristãos consideram que este atraso deixou pouco espaço aos partidos da oposição e aos deputados, quer da oposição como da maioria para a analisar os dois documentos.

O líder regional do PP, José Manuel Rodrigues, salientou que o OR para 2012 “reflete um mau programa de ajustamento financeiro a que a governação do PSD conduziu a Madeira”. Os centristas entendem que o “orçamento é uma má notícia para os madeirenses e portossantenses porque “toca nos salários e nos rendimentos das famílias, reduz verbas nos sectores essenciais como a educação e a saúde e lança uma carga de impostos sobre os cidadãos e as empresas”.

O líder do PP defende que o Governo Regional devia ter cortado nos desperdícios e na máquina governamental, no entanto, não há de acordo com o CDS “uma única medida nova de ajuda ao crescimento económico e à manutenção e criação de emprego”.

Os deputados centristas consideram ainda que este orçamento vai provocar “mais falências e mais perda de postos de trabalho. Em vez de cortar nos seus desperdícios e esbanjamentos aumenta a carga fiscal e prevê cobrar mais 136 milhões de euros de impostos sobre os lucros das empresas e sobre os rendimentos e consumo das famílias”, observou, acrescentando que o turismo conta apenas com 10 milhões de euros para a promoção do destino Madeira menos dinheiro que no ano passado.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest