Famílias da Madeira não suportam mais taxas (VÍDEO)

Comissão de utentes recolhe assinaturas contra as taxas moderadoras na saúde.

A população vai ou não pagar taxas moderadoras na saúde. A Comissão de Utentes do Serviço Regional de Saúde diz que a resposta do Governo Regional não é clara e pede, com alguma urgência, a clarificação das medidas a implementar.

“Ontem, na apresentação do Orçamento da Região para 2012, o secretário regional do Plano e Finanças passou a bola para o secretário regional dos Assuntos Sociais, mas o povo merece uma resposta concreta”, afirmou Elisa Mendonça.

Numa iniciativa que decorre hoje, junto à Sé Catedral do Funchal, o objetivo é recolher assinaturas para uma petição contra as taxas moderadoras. E, à primeira vista, as pessoas respondem afirmativamente às reivindicações.

“O orçamento das famílias não suporta mais taxas. Estamos a sofrer tantos cortes nos salários e tantos aumentos nos impostos que pouco sobra”, lamentou a responsável, deixando também algumas críticas ao encerramento das urgências nos centros de saúde de Santana, Porto Moniz e Ribeira Brava.

Uma questão que, tal como esta das taxas moderadoras, continua “à espera de uma resposta” do Governo Regional.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest