‘Quero é que saia uma boa lei’

Jardim não vê qualquer inconveniente em o Ministro das Finanças ter adiado, para o final do ano, a revisão das Leis das Finanças Regionais e Locais.

“O que é importante na Lei de Finanças Regionais e Lei de Finanças Locais é que saiam boas leis. Se o Ministro das Finanças as adiou terá as suas razões. O que também se pode inferir é que talvez seja mais prudente apresentá-las depois das eleições regionais dos Açores”, afirmou o presidente do Governo Regional.

Questionado sobre a demissão do secretário de Estado de Energia, Alberto João Jardim recusou-se a comentar. “Quando eu faço os meus governos não passo cartão a ninguém. Quando os outros fazem os seus governos não tenho nada a haver com isto”, frisou.

O governante madeirense falava esta tarde, após ter recebido em audiência, na Quinta Vigia, a Embaixadora de Marrocos em Portugal, Karima Benyaich.

Na ocasião, a diplomata reiterou que pretende reforçar a relação entre Marrocos e Portugal, realçando que a referida cooperação entre os dois países, que é já forte, pode ainda se engrandecer mais em termos económicos, culturais e sociais.

No referido encontro ficou-se, ainda, a saber que Francisco Esteves – primo de Jardim – será o próximo embaixador de Portugal em Marrocos.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest