Região aposta no CINM

Ventura Garcês defende que o CINM faz parte da solução para os problemas económico e financeiro da Região.

O Governo Regional está empenhado em continuar a desenvolver o Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM).Infelizmente, o anterior Governo da República interrompeu as negociações com a União Europeia. Neste momento, iniciamos já o processo de negociação com a Comissão Europeia no sentido de continuarmos a apostar no CINM de uma forma muito mais competitiva face a outras praças financeiras internacionais”, afirmou Ventura Garcês.

O secretário regional do Plano e Finanças garantiu mesmo que se o processo de negociações do CINM não tivesse sido interrompido não haveria agora a necessidade de sobrecarregar os madeirenses ao nível da carga fiscal.

Porém, “em conjugação com o Governo da República vamos tentar defender junto da União Europeia o progresso e o desenvolvimento do CINM. Entendemos, que esta praça faz parte da solução dos nossos problemas económico e financeiro”, frisou o governante, que aproveitou para apelar aos empresários que estão na Zona Franca da Madeira para terem esperança nas negociações que estão em curso.

Ventura Garcês falava esta manhã durante a cerimónia de entrega do “Prémio Ambiental ZFI”,  atribuído pela S.D.M. – Sociedade de Desenvolvimento da Madeira a dez empresas.

Na ocasião, Francisco Costa referiu que a atribuição do referido prémio serve para mostrar que o CINM está a trabalhar com normalidade, “apesar das dificuldades a que está a ser sujeito”.

A SDM quer dar um testemunho de segurança e normalidade de que está a continuar o seu percurso e está a cumprir as suas obrigações, com o apoio dos empresários”, apontou o presidente da SDM.

Refira-se que o “Prémio Ambiental ZFI” foi instituído em 2010 com o objetivo de incentivar o melhor desempenho das empresas do parque industrial no que respeita à qualidade do ambiente, premiando aquelas que, cumprindo os requisitos definidos no âmbito do Sistema de Gestão Ambiental (SGA) da ZFI, adotaram práticas aplicáveis às atividades exercidas preservando o ambiente.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest