Governo «autista» na questão da extinção de freguesias

Manifestação pelas freguesias decorre em Santa Cruz. Élvio Sousa pede esclarecimentos do Governo Regional.

Está a decorrer, no concelho de Santa Cruz, em frente à Câmara Municipal, uma manifestação em defesa das freguesias.

A iniciativa da Junta de Freguesia de Gaula junta-se àquela dinamizada pela ANAFRE, em Lisboa, em que é criticada a reorganização autárquica proposta pelo governo de coligação PSD e CDS/PP.

«A ideia de que a extinção das freguesias vai permitir reduzir despesa é uma falácia. As freguesias desempenham um papel fundamental de proximidade e não acarretam grandes gastos”, considerou Élvio Sousa.

O Governo da República tem assumido uma posição «autista», ao tentar acabar com um dos primeiros rostos do poder local, isto apesar das várias vozes, até internas aos partidos, contra o Documento Verde para a Reforma da Administração Local,

O autarca teme que também na Região Autónoma da Madeira sejam extintas, pelo menos, 15 freguesias. E, perante isto, pede um esclarecimento claro do presidente do Governo Regional às populações.

«Apesar da Assembleia Legislativa da Madeira ter competência para legislar sobre esta matéria, receamos um certo agachamento que existe da parte do Governo Regional ao Governo da República, atendendo às circunstâncias”.

Élvio Sousa lembrou que, no caso concreto da Junta de Gaula, há todo um apoio imprescindível, sobretudo para a camada sénior. «Quer seja na medição da tensão arterial, no pagamento de reformas, na comparticipação de medicamentos, por isso não é favorável à democracia acabar com muitas freguesias».

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest