‘Derrota do jardinismo é possível’

Coelho aproveitou a Páscoa para transmitir uma mensagem de esperança na libertação dos madeirenses.

No domingo quando Jesus Cristo ressuscitou pela manhã renasceu a esperança no coração dos discípulos, facto que foi o ponto de partida para a salvação da humanidade. Passando esta mensagem para o atual quadro regional, quero dizer que os madeirenses não estão condenados a viver internamente sob a ditadura da oligarquia do regime jardinista, a qual conduziu o povo à miséria, ao desemprego, ao subdesenvolvimento e a uma emigração forçada”, apontou José Manuel Coelho.

Assim, o deputado e dirigente ‘trabalhista’ considera que “a libertação do povo madeirense” passa pela derrota do “regime jardinista”. “A libertação da Região e da autonomia vai começar aqui na cidade de Machico, local onde ‘as flores de Abril floriram’ em 1974 e onde desembarcaram os primeiros povoadores”, frisou.

José Manuel Coelho, que falava hoje junto ao cais de Machico, aproveitou para denunciar que a ETAR daquela cidade não está a funcionar devido à falta de verbas da câmara municipal. “Esta situação faz com que as descargas estejam a ser feitas para a baía de Machico, o que polui a água e dá mau cheiro à zona envolvente”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest