Governo da República ‘agiu cruelmente’

O MPT está contra o facto do Governo da República “ter proibido” as reforma antecipadas até 2015.

“Achamos que esta é uma forma fria e cruel de tratar os trabalhadores portugueses. Muitos dos quais já tinham metido os papeis para as reformas antecipadas e muitos outros estavam a pensar em fazê-lo. Agora de forma rápida o Governo da República bloqueia esta intenção de milhares de trabalhadores portugueses”, apontou Roberto Vieira, esta manhã em conferência de imprensa.

O deputado do MPT considera, ainda, que o governo PSD e CDS “está a ser falso, mentiroso e aldrabão”, dado que a referida lei foi preparada “às escondidas”, não dando oportunidade às pessoas de atuarem.

Roberto Vieira acusou, ainda, o presidente da República de ser cúmplice nesta matéria, uma vez que promulgou a referida lei.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest