Número de professores desempregados duplicou

Em Março de 2011 existiam 62 professores inscritos no IEM, número que nos primeiros meses de 2012 passou para os 137.

A Lista A, candidata às eleições no Sindicato de Professores da Madeira (SPM) para o triénio 2012-2015, está preocupada com o aumento de desemprego da classe docente. “Menos professores no sistema vai implicar menos eficácia nas escolas. Ou seja, é um problema que vai afectar as famílias”, alertou Sofia Canha, esta manhã em conferência de imprensa junto ao Instituto de Emprego da Madeira (IEM).

A candidata a coordenadora do SPM referiu, ainda, que em Março de 2011 existiam 62 professores inscritos no IEM, número que nos primeiros meses de 2012 passou para os 137. “E com as novas medidas que ai vêm serão vários os professores que irão para o desemprego”, sublinhou.

Desta forma, Sofia Canha alerta que o desemprego na classe docente irá aumentar com as seguintes medidas: a revisão da estrutura curricular; o aumento de alunos por turma; o corte previsto de 15% no Orçamento Regional para a área da Educação; o regresso às escolas de muitos professores que estavam destacados noutros serviços; as alterações na gestão e organização das escolas; entre outras medidas.

A candidata da Lista A apela, assim, para que os professores tomem uma posição antes que as referidas medidas sejam postas em prática.

Sofia Canha aproveitou para criticar “o silêncio” do secretário regional da Educação e dos Recursos Humanos sobre esta matéria. “Este silêncio não é respeitoso nem para nós nem para a sociedade em geral”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest