PDS apresenta voto de protesto contra “ataque ao CINM”

Sociais-democratas defendem Centro Internacional de Negócios da Madeira. 

 

O Grupo Parlamentar do PSD/Madeira apresentou esta tarde, em conferência de imprensa, um voto de protesto “Contra ao ataque ao Centro Internacional de Negócios da Madeira” por parte do Estado Português através da Assembleia da República com a eliminação dos benefícios fiscais e a consequente perda de competitividade do CINM.

Esta é uma iniciativa que os sociais-democratas já tinham tomado e como explicou o deputado, Jaime Filipe Ramos, foi necessário voltar a fazê-lo para defender o CINM e a Região.

“Nós repudiamos esta atitude hoje da Assembleia da República no sentido de atacar mais uma vez o CINM. Esta atitude, infelizmente é repetida, não é exclusiva deste governo mas também de governos anteriores, engloba os atuais partidos da maioria e os restantes partidos”, apontou.

O parlamentar social-democrata lamentou que os partidos na Assembleia da República ainda não tenham percebido a importância que o CINM tem para a população da Madeira.

“É de lamentar que os partidos na Assembleia da República ignorem que o CINM é um factor de desenvolvimento social e económico da Região, que é indispensável para a sustentabilidade da economia madeirenses, que existem lá 2900 postos de trabalho e que o CINM podia, neste momento, trazer para os cofres da Região 140 milhões de euros”, lembrou.

Jaime Filipe Ramos adiantou ainda que os deputados do PSD/Madeira na Assembleia da República abstiveram-se, hoje, na votação do fim dos benefícios do CINM no Orçamento Retificativo.

 [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest