“É preciso investir na paz social” [VÍDEO]

Jaime Freitas considera que a paz social só se consegue com muito trabalho.

“É preciso investir muito na paz social para criar situações de relação laboral justas, porque só com base na justiça é que se consegue a paz. Não há paz social imposta à força”, apontou o secretário regional da Educação e dos Recursos Humanos.

O governante afirmou, ainda, que o Governo Regional tem procurado “ser uma ponte de diálogo” entre as associações patronais e os sindicatos dos trabalhadores. “Esta matéria das relações laborais resulta essencialmente da negociação coletiva, ou seja dos acordos entre ambas as partes, patrões e trabalhadores”, observou.

Jaime Freitas garantiu, ainda, que o governo irá continuar a promover “ao máximo possível” a manutenção dos postos de trabalho e as condições laborais, no sentido de minimizar “ao máximo possível” os efeitos da actual conjuntura económica.

O governante falava esta manhã durante a conferência de imprensa de apresentação do programa de comemorações do Dia do Trabalhador.  “O dia 1 de Maio exalta os valores do trabalho, valor associado à atividade de todos aqueles que fazem do capital humano a maior riqueza com a qual nós podemos contar”, destacou.

O programa das referidas comemorações tem início logo pela manhã da próxima terça-feira. Assim, pelas 09h00 haverá uma cerimónia junto ao Monumento do Trabalhador Madeirense, sito na Avenida Sá Carneiro.

À semelhança de anos anteriores, também se realizará o tradicional convívio no Montado do Pereiro, onde haverá animação musical e as habituais barraquinhas de comes e bebes. Registe-se que no referido dia haverá, a partir da Avenida do Mar,  transportes públicos disponíveis para aqueles que se queiram associar à “festa” (3,5 euros ida/volta).

O programa das comemorações do Dia do Trabalhador (disponível no site: http://www02.madeira-edu.pt/Main/tabid/83/ctl/Read/mid/593/InformacaoId/217/UnidadeOrganicaId/1/Default.aspx) conta ainda com diversas atividades desportivas, as quais terão lugar nos vários concelhos da Região.

Sem querer avançar com o valor exato das comemorações, o secretário regional da Educação e dos Recursos Humanos referiu apenas que o orçamento para 2012 é inferior ao dos outros anos.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest