Potenciar o mar deve ser uma preocupação de todos

Representante da República diz que o mar da Madeira tem grandes potencialidades.

O Representante da República, Ireneu Barreto, esteve na Deserta Grande, no âmbito das comemorações do Dia da Marinha.

Uma visita, a bordo do navio balizador N.R.P. Schulz Xavier, que serviu para chamar a atenção para as potencialidades do mar da Madeira, bem como para a promoção das actividades náuticas e ambientais.

“Temos que aproveitar todas as nossas potencialidades. A Região Autónoma da Madeira vive um período difícil e temos que aproveitar tudo aquilo que nós temos. É preciso aproveitar o mar”, apontou, realçando por exemplo a aposta na pesca desportiva ou na conserva de peixe que é “ainda muito reduzida”.

Em concreto nas Ilhas Desertas, o Representante da República quis valorizar o património ambiental madeirense, as nossas espécies endémicas e a importância que estas têm para a actual e futuras gerações.

“E, neste sentido, o Parque Natural da Madeira é um exemplo disso. Temos aqui uma ave, que é a Freira do Bugio, que precisa de ser acarinhada e preservada porque é única no Mundo. E o que se tem feito aqui, na Deserta Grande, é de reconhecimento internacional”.

Ireneu Barreto descartou que as responsabilidades para esta gestão e promoção do mar recaiam apenas sobre o Estado Português ou a Região Autónoma da Madeira, dizendo mesmo que todos os cidadãos têm um papel activo.

“Não podemos esperar que seja o Governo a resolver os problemas. No nosso campo de acção temos a obrigação de ajudar”.

Refira-se que as comemorações do Dia da Marinha, na Região Autónoma da Madeira, ainda agora começaram e incluem várias actividades, desta feita com uma forte interacção com outras entidades regionais.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]


PUB