CDU denuncia salários em atraso [VÍDEO]

E apela ao secretário dos Recursos Humanos para que intervenha e obrigue as empresas a pagar aos trabalhadores.

A CDU/Madeira esteve, esta manhã, junto às instalações da padaria e loja da ARIPAN (Panificadora da Madeira) para denunciar uma situação que considera “uma vergonha” os salários em atraso dos trabalhadores da referida panificadora.

No local, o dirigente da CDU, Leonel Nunes, disse que na ARIPAN há trabalhadores que não recebem salários há vários meses e são obrigados a fazer um part-time para “virem trabalhar”. “Os salários em atraso são um é um autêntico escândalo e existem na RAM milhares de trabalhadores, de vários sectores, nesta situação”, vincou, acrescentando que o secretário regional do Recursos Humanos, Jaime Freitas, devia pronunciar-se sobre o assunto. “O secretário devia ter um pingo de humanidade para intervir para obrigar as empresas a pagar porque as multas são pesadas para as empresas”, apelou.

Leonel Nunes referiu ainda que os salários em atraso são “uma forma de tornar os trabalhadores subservientes, de não reclamarem com medo de não ser despedidos”.

O dirigente comunista admitiu que há uma grande crise no país e na Região, contudo, disse não concordar que muitos empresários se estejam a aproveitar desta situação “para não pagar salários e espremer os trabalhadores obrigando muitos deles a rescindirem o contrato”, observou.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest