Crise e desemprego ‘afastam’ venezuelanos [Vídeo]

Muitos venezuelanos com dupla nacionalidade estão a regressar à Venezuela em busca de melhores condições de vida.

A crise e o desemprego, no entender da cônsul interina da República Bolivariana de Venezuela no Funchal, estarão na origem da referida situação. “Não podemos fechar os olhos. A falta de emprego que existe na Região incentiva muitas pessoas a regressarem à Venezuelana em busca de melhores condições de vida”, transmitiu

Mariela de Gouveia referiu, ainda, que não há dados concretos em relação aos venezuelanos que estão na Região. “Os nossos registos são muito antigos, datam de 1960, por isso não temos dados fidedignos”, apontou.

Mariela de Gouveia falava ao final da tarde à margem do “Concierto: Corazón Venezolano”. O referido evento serviu para assinalar o 201º aniversário da declaração da independência da República Bolivariana de Venezuela, que ocorreu a 5 de julho de 1811.

“Com este espetáculo de dança queremos mostrar ao povo madeirense a força cultural que une a Madeira à Venezuela”, salientou a cônsul interina da República Bolivariana no Funchal.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest