Desolação nas serras do Funchal

Cenário desolador nas serras do Funchal. Populações acreditam que foi fogo posto.

Incêndios de grande dimensão continuam a lavrar nas serras da Madeira.

Depois de uma noite dantesca no concelho do Funchal, com várias habitações evacuadas e algumas mesmo destruídas pelo fogo no Palheiro Ferreiro, o dia de hoje ainda requer grandes cuidados.

O incêndio na zona das Águas Mansas não está controlado e é, segundo o presidente do Serviço Regional da Proteção Civil, o de maiores proporções. Também nos concelhos de Santa Cruz, Ribeira Brava e Calheta ainda há focos de incêndio.

Os bombeiros de todas as corporações da Madeira e tantos outros meios de apoio têm sido incansáveis,os mas as condições atmosféricas nem sempre ajudam. O vento foi um dos principais problemas para as entidades regionais.

Na zona do Palheiro Ferreiro, subida para a Camacha, elementos das Estradas da Madeira e da Câmara Municipal do Funchal procedem aos trabalhos de limpeza da via. No Miradouro do Lombo da Quinta, as pessoas juntam-se para ver o cenário desolador que regressou ao concelho do Funchal e, muitas delas, não acreditam que seja coincidência a existência de tantos fogos na Região Autónoma da Madeira.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”][twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest