Turismo pode ser prejudicado

A Associação Madeira Rural pede na sua página do Facebook para os cibernautas não partilharem fotos e vídeos sobre os incêndios.

“A Madeira Rural apela a compreensão de todos os nossos fãs e cibernautas em geral, que por favor deixem de divulgar fotos e vídeos nas redes sociais sobre esta tragédia dos incêndios….vamos aprender com os erros de outras tragédias de um passado recente…OBRIGADO a todos pela compreensão…”, pode ler-se no Facebook da Madeira Rural.

Em declarações ao Cidade Net, o diretor executivo da Madeira Rural justificou o apelo referindo que a divulgação de imagens e vídeos sobre os incêndios só prejudica a promoção do destino Madeira no exterior.

“O nosso apelo no Facebook já causou alguma polémica. Porém, quem vive da área turística compreende mais esta nossa iniciativa. Acho que temos muito mais a perder com a maximização e o empolamento destas notícias do que a ganhar”, apontou Patrício Fernandes, acrescentando que neste momento  “os madeirenses devem estar unidos, de forma a se reagir a esta adversidade”.

O responsável pela Madeira Rural considera, também, que no futuro os meios aéreos de combate aos incêndios devem ser equacionados. “As entidades competentes têm que ponderar seriamente os meios a utilizar no combate aos incêndios. Acho que com as mudanças climatéricas que se têm feito sentir nos últimos tempos os incêndios vão ser cada vez mais frequentes”, transmitiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest