Berta Cabral formaliza renúncia

Tal como já havia anunciado, Berta Cabral formalizou hoje o pedido de renúncia do mandato como Presidente da Câmara de Ponta Delgada.

O processo agora iniciado terá efeito no último dia de julho. Berta Cabral salientou, dirigindo-se aos munícipes de Ponta Delgada, que era chegado o “momento de abraçar um desafio ainda maior ao serviço da minha terra. O desafio de governar os Açores. Um desafio para o qual vou continuar a pedir-vos a mesma esperança e o mesmo empenho e vou procurar ser merecedora da esperança e do empenho de todos os açorianos”.

No âmbito da declaração política feita hoje na autarquia, durante uma conferência de imprensa, Berta Cabral considerou que acredita que “os Açores precisam dum novo ciclo”, referindo que vai deixar a Câmara de Ponta Delgada e entregar-se “de alma e coração à nossa candidatura ao Governo dos Açores”.

“Quero transpor para o plano regional o mesmo espírito empreendedor que demonstrei no poder local. Vou levar comigo todo o carinho e confiança que me deram os munícipes de Ponta Delgada, todas as lições de política e humanidade que aprendi na escola do poder local. Vou levar a todas as ilhas este acreditar, esta energia transformadora, esta certeza de que os Açores podem ser aquilo que os açorianos quiserem” – acentuou.

Segundo adiantou Berta Cabral, “fomos capazes em Ponta Delgada e seremos capazes nos Açores. Como presidente da Câmara Municipal – e, sobretudo, como cidadã de Ponta Delgada e dos Açores – sei que uma missão cumprida abre sempre novos desafios. Olho para trás e sinto que valeu a pena. Olho para a frente e acredito que valerá a pena. Neste tempo de mudança, quero dizer a todos os meus concidadãos, do fundo do coração, obrigada”.

A Presidente da Câmara de Ponta Delgada dirigiu as suas primeiras palavras aos munícipes do concelho, nomeadamente para agradecer a confiança depositada ao longo de três mandatos sucessivos e porque “foi a eles que transmiti a minha intenção de candidatar-me a Presidente do Governo nas próximas eleições regionais ainda antes de vencer as últimas autárquicas, acrescentando que “a minha relação com os meus eleitores sempre foi – e sempre será – de transparência e lealdade. Cumpri este último mandato autárquico que a lei me permite como se fosse o primeiro. Com a mesma vontade, disponibilidade, capacidade e criatividade que coloco sempre no exercício das minhas responsabilidades”.

Berta Cabral sai com o sentimento do “dever cumprido”, afirmando ter atingido o objetivo que definiu em janeiro de 2002: “Uma Câmara Municipal ao serviço das pessoas, uma Câmara com rosto, onde a proximidade aos cidadãos, a eficiência e a competência sejam a nossa imagem de marca”.

Cabe agora a José Bolieiro, actual vice-presidente, liderar a autarquia de Ponta Delgada, tendo Berta Cabral afirmado estar convicta de que o mesmo “vai fazer um excelente trabalho”.

Visivelmente comovida, Berta Cabral afiançou que estar 10 anos à frente dos destinos de Ponta Delgada foi “o maior privilégio da minha vida, até agora. Entreguei-me a ele com todas as minhas forças e espero ter sido digna da confiança dos meus concidadãos”.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest