Madeira: Famílias já entregaram 206 casas ao banco

Dados relativos ao primeiro semestre de 2012, o que perfaz uma média de 34 imóveis por mês.

De acordo com as estimativas da APEMIP – Associação dos Profissionais e Empresas de  Mediação Imobiliária de Portugal –, no primeiro semestre deste ano foram entregues 3.300 imóveis em dação em pagamento, um aumento de 8,9% em relação ao período homólogo.

As Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto concentraram 34,6%  das ocorrências relativas a imóveis entregues em dação em pagamento em Portugal no primeiro semestre de 2012, mas a Região Autónoma da Madeira (concelhos do Funchal e de Santa Cruz) surge como um dos locais mais penalizados em termos nacionais.

Feitas as contas, nos primeiros seis meses do ano, as famílias madeirenses e também os promotores imobiliários entregaram 206 imóveis em dação de pagamento, o que perfaz uma média de 34 imóveis por mês.

A entrega de imóveis é um fenómeno que se compreende pelo conturbado período financeiro que a sociedade portuguesa hoje atravessa, com parte da população a sofrer insegurança, descontentamento e  precariedades contratuais. Neste contexto, este decréscimo do número de imóveis entregues à banca nos  últimos três meses é um sinal positivo para o País.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”][twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest