Festa da solidariedade

Foi decepcionante para muitos socialistas a conferência de imprensa de Vítor Freitas, líder do PS-Madeira, nesta segunda-feira.

Apesar de uma azáfama de conferências de imprensa em que ora se garantia a necessidade de meios aéreos para o combate aos fogos, ora se propunha estudos sobre os mesmos meios; de deslocações de roupinha branca e de sapatos de verniz aos locais dos incêndios, com câmaras de filmar atrás, a criticar falta de coordenação, num aproveitamento partidário visível, esperava-se muito mais da direcção socialista.

Convém verificar, a propósito, a diferença de atitude, quanto aos incêndios, do PS-Madeira e do PS nacional, pois, segundo o Diário de Notícias, o próprio António José Seguro “recusou comentar a eventual falta de coordenação no combate às chamas no Algarve e ausência de meios aéreos na Madeira, alegando que os incêndios não devem servir para fazer política partidária”.

Alguns militantes movimentaram-se pressionando a direcção para anular a “Festa da Liberdade” na Fonte do Bispo, aplicando a verba de cerca de meia centena de euros no apoio directo às pessoas que perderam os seus bens. E essa verba poderia crescer com o compromisso da direcção em diminuir as verbas a aplicar na próxima campanha eleitoral autárquica.

Ainda que o mundo não pare com as desgraças que vão acontecendo um pouco por todo o lado e haja culturas onde se faz festa diante do morto, a verdade é que os partidos políticos sobrevivem com meios financeiros provenientes dos impostos dos cidadãos e a sua função primeira não é a de oferecer música à população, logo as festividades bem poderiam ser suspensas num ano em que a própria Fonte do Bispo (local da festa) foi afectada.

Oferece o PS-Madeira o lucro de barraquinhas e o “merchandising” do partido, quando estes não prometem nada que se veja em ano de dificuldades. Resta o valor dos bilhetes de autocarro, que não chegará a um quinto do que o PS-Madeira poderia dispor, em sinal de verdadeira solidariedade, se anulasse a sua festa deste ano.

O PSD também fará a sua festa? Esse é um problema desse partido. As acções ficam com quem as pratica.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fbshare type=”button”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

Pin It on Pinterest